1001 Classificados

PEDREIRAS: “CASO ACORDO NÃO SEJA CUMPRIDO PELO PREFEITO HAVERÁ ATO DE PARALISAÇÃO DAS ATIVIDADES DOS SERVIDORES NO MUNICÍPIO:” DIZ PRESIDENTE DO SINDSERP

O SINDSERP - Sindicato dos Servidores Públicos de Pedreiras vem tentando um encontro com o Prefeito Antônio França, para que o município cumpra o que foi negociado e decidido com a Secretaria de Planejamento e a categoria no ano passado, de realizar uma reposição de perda salarial de 10% para o funcionalismo, visto que a classe nessa atual administração não recebe reajuste há 03 anos. Nesse sentido, o sindicato e representantes de algumas categorias solicitaram uma reunião com o gestor municipal para o dia 05 desse mês, mas segundo informações o prefeito teve que viajar. Foram então recebidos pelo Secretário de Administração para o mesmo conversar com o prefeito e divulgar uma data para que essa reposição possa ser paga aos servidores, caso não cumpra o acordo celebrado em 2018, haverá um ato público de paralisação das atividades no município, segundo o sindicato. “Isso foi debatido com a secretaria de planejamento que daria esses 10%, que não é reajuste é uma reposição salarial e um valor muito irrisório, mediante as perdas que as categorias estão tendo. Então ano passado, nós fizemos uma assembleia e a categoria aceitou esses 10% só que não disseram o mês do pagamento. Se seria para janeiro desse ano e agora estamos sem saber a data”. Disse Ana Roberta Presidente do SINDSERP.
Em si falando de educação, a presidente acrescentou que na última terça-feira, dia 05, teve uma reunião com a nova gestora da pasta Débora Regina, onde discutiram várias reivindicações da classe e o ano letivo que já iniciou no município.
Finalizou lembrando sobre a lei do piso salarial em que o MEC determinou esse ano um reajuste de 4,17% para os profissionais do magistério e que o projeto de lei em Pedreiras já foi enviado para a câmara municipal para ser apreciado e votado naquela casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário