1001 Classificados

LH Net - Informações (99) 98146-2853

PEDREIRAS: MAIORIA DE VEREADORES VOTA PELA NÃO INSTALAÇÃO DE CPI QUE IRIA INVESTIGAR LICITAÇÃO VENCIDA POR EMPRESA QUE ESTAVA NO NOME DE EX-SECRETÁRIO DE ESPORTES DO MUNICÍPIO

O público compareceu a Câmara Municipal de Pedreiras na noite dessa segunda-feira, dia 14 de maio, para acompanhar a sessão em que poderia ser instalada uma CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar denúncias de uma licitação vencida pela empresa Moura Construções e Serviços Eireli no valor de 515.211,050, que iria fornecer piçarra para cidade de Pedreiras e que estava no nome do Secretário de Esportes, hoje ex-secretário, Raimundo Nonato Moura (Nonatinho). O requerimento de pedido de abertura da CPI, foi assinado por 05 vereadores dos 13 que compõe a casa e colocado em pauta para ser discutido e votado na ordem do dia na sessão dessa noite. Porém, a maioria dos vereadores 07 deles,  votou  pela não instalação da comissão e apenas os 05 pela sua aprovação. Então, o pedido para que a casa aprovasse a CPI e investigar a licitação realizada pela referida empresa e o governo “Honra e Trabalho”, acabou sendo rejeitado. 
O Pregoeiro e Presidente da CPL Comissão Permanente de Licitação da Prefeitura Municipal de Pedreiras Sr. Elton Fernando Amorim Neto, ainda esteve presente a sessão para falar sobre o trâmite de todo o processo licitatório. Ele já tinha sido convocado anteriormente aquela casa a dar explicações, onde disse que não compareceu porque estava doente. Disse que a licitação feita com a empresa foi  dentro da lei e o que foge disso, a prefeitura tem o assessor jurídico para se manifestar. Disse ainda  que não sabia que a empresa vencedora da licitação pertencia ao Secretário de Esportes, Raimundo Nonato (Nonatinho), que não conhecia o secretário, nunca esteve em reunião com secretários do governo municipal e que quem participou da licitação foi um procurador da empresa Moura Construções.
O Presidente da Câmara de Vereadores Bruno Curvina falou ao tribuna sobre o pedido da CPI que foi negado naquela casa. Disse que aquele poder agiu com prudência, pois a casa procurou ouvir todas as partes. “Aqui foram ouvidas a oposição, e a situação. Nós convocamos as pessoas que foram citadas. Hoje o pregoeiro e também presidente da CPL, veio a casa e prestou as informações que foram solicitadas, para que os 12 vereadores pudessem tomar a decisão, cada um individualmente. Então por 07 votos contra , a CPI foi reprovada. Isso não quer dizer que não haverá mais fiscalização. Tudo o que foi traçado aqui nas últimas 4 semanas, caso o ministério público solicite, a gente vai repassar essas informações”, Disse o Presidente.
A oposição também se manifestou com relação à casa ter negado o pedido de instalação da CPI pra investigar o processo licitatório entre a empresa Moura Construções e Serviços Eireli e a Prefeitura Municipal de Pedreiras. O vereador Sérgio Profiro que votou pela instalação da comissão, lamentou o resultado da votação e disse cumprir seu papel de parlamentar. “O papel da gente nós fizemos, a gente tá firme, eu e os demais vereadores que assinaram e votaram o requerimento. Nós estamos em busca de outra CPI. Se o prefeito diz que não deve, porque não abrir a CPI?, a gente fica indignado com essa posição do prefeito. Quem não deve, não teme. A gente não vai parar, vamos fiscalizar, vamos tentar abrir uma CPI porque não é só essa questão da piçarra, tem mais coisa errada em licitação e fraude”, Desabafou o parlamentar. 
Os outros vereadores de oposição disseram que com a não instalação na CPI, o prefeito da cidade perdeu uma ótima oportunidade de se defender e dizer que é honesto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário