1001 Classificados

LH Net - Informações (99) 98146-2853

PEDREIRAS: VEREADORES LAMENTAM PARALISAÇÃO DO PROGRAMA “MAIS ASFALTO” NA CIDADE E NÃO POUPAM CRÍTICAS AO GOVERNO MUNICIPAL

A paralisação do programa “Mais Asfalto” em Pedreiras em que segundo informações, uma das máquinas apresentou defeito e por isso a ação estaria interrompida na cidade, foi um dos assuntos que repercutiu na sessão da Câmara Municipal na noite de segunda-feira, dia 08 de outubro. Segundo o vereador de oposição Sérgio Profírio (PEN), a população está triste e perde com isso, pois o prefeito Antônio França anunciou que 62 ruas iriam ganhar asfalto, as máquinas deixaram a cidade e o serviço não foi concluído.
“As máquinas foram embora da nossa cidade e a maioria das ruas que o prefeito anunciou que seriam asfaltadas não foram. A cidade está toda esburacada, a população clamando e eu estou sem fé de que essas máquinas voltem e o trabalho continue. Ele é um prefeito sem compromisso e não tem crédito com o governador Flávio Dino”, disparou o vereador Sérgio Profírio (PEN).
Outro assunto que também foi discutido na sessão, é a situação precária das estradas vicinais, onde quase toda a Zona Rural está comprometida. A oposição lembrou que o período chuvoso se aproxima e que agora é que o governo apresenta uma concorrência para uma licitação de projetos para estradas vicinais. “Existe um pregão de concorrência, uma licitação para a elaboração de projetos para estradas vicinais, datada para 09 de outubro. Nós já estamos às vésperas do inverno, então estão elaborando um projeto pra estrada vicinal, será que vai acontecer como ano passado, que disseram que a licitação não deu tempo e vamos chegar no inverno novamente e as estradas não serão consertadas de novo?” Argumentou o vereador Elcinho Gírio (PRP).
 Os parlamentares também se referiram a situação que impede a locomoção de algumas pessoas doentes para a cidade, pelo fato das estradas não apresentarem condição, inclusive de um trecho da MA que liga Pedreiras a Joselândia e que apesar de ser de responsabilidade do estado, precisa de reforma urgente.
A sessão seguiu, onde foram homenageados com uma moção de aplausos e congratulações o Tiro de Guerra, Corpo de Bombeiros e voluntários por trabalharem intensamente ao combate de incêndios da região.
Na referida sessão também foi aprovado o projeto de lei que institui o dia de combate ao Feminicídio no município, ficando para ser uma data de debate, ações e reflexões, o dia 06 de novembro.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário