1001 Classificados

LH Net - Informações (99) 98146-2853

PEDREIRAS: SEMINÁRIO NA CIDADE DISCUTE FEMINICÍDIO

Foi realizado nessa terça-feira, dia 06 de novembro, o primeiro seminário “Feminicídio e suas marcas na sociedade” que estar inserido na semana de combate a violência contra a mulher e vai até o dia 13 desse mês. A legislação instituída no município, soma mais ainda, para que essa problemática possa ser discutida e as atitudes tomadas no que tange a lei e suas penalidades.
O evento foi uma iniciativa da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres de Pedreiras, em parceria com a Secretaria de Estado da Mulher, Polícia Civil, Ministério Público do Maranhão, Polícia Militar, Poder Judiciário e contou com a presença de várias autoridades e a população. A palestrante foi a titular da Delegacia Especial da Mulher de São Luís (MA), Kazumi Tanaka que enfatizou em entrevista que essa não é a primeira vez que Pedreiras discute essa causa que é de suma importância. 
“A discussão traz as situações que vem acontecendo, o que o município deve fazer e se articular em torno de política pública para que esse fortalecimento e estímulo da denúncia a mulher cada vez mais aconteça. Que desperte o nível de consciência das pessoas para que queiram saber mais e se importar com esse problema que assola a vida das mulheres e homens também”, Disse a Delegada Especial da Mulher.
No seminário que aconteceu na Câmara Municipal de Pedreiras ficou exposto no plenário daquela casa, as fotografias de mulheres vítimas de Feminicídio na cidade.
O Comandante do 19º Batalhão da Polícia Militar Major Ricardo Almeida esteve presente no evento e disse que em São Luís e Imperatriz existe a Patrulha “Maria da Penha” e que em Pedreiras será implantada uma Patrulha também. 
“A patrulha Maria da Penha vai combater o Feminicídio e violência doméstica. Estou aqui com a Coronel Augusta Andrade Coordenadora Estadual contra a violência doméstica e sua auxiliar e pedi pra ela me ajudar a implantar a patrulhar “Maria da Penha” no município. Estamos apenas esperando o efetivo se apresentar até o final do ano no batalhão, para que possamos enfrentar de frente essa prática triste que acontece em Pedreiras”, Disse Major Ricardo Almeida. 
Por sua vez, a Coronel Augusta Andrade disse que a patrulha é muito importante, pois trabalha na proteção e acompanhamento das mulheres vítimas de violência doméstica e que estão com medida protetiva. 
“Em 2019 vamos levar a patrulha para as outras regionais. A partir do momento que o agressor toma conhecimento que existe uma patrulha acompanhando a mulher que foi vítima de agressão e que está com uma medida protetiva, ele não se aproxima, porque se ele descumprir a medida, será preso e conduzido à delegacia”, Disse a Coronel.
A Secretária da Mulher do governo municipal Jane Glebi que participou do seminário, disse que os poderes constituídos e a população tem que unirem-se, para combater todo o tipo de violência contra a mulher. “Esse combate é chamando a responsabilidade pra nós e chamando a sociedade civil também. Nós fizemos entrevistas com as famílias vítimas da violência e é muito dolorido. É um trabalho árduo e Pedreiras começou nesse 06 de novembro que foi instituído o dia de combate ao Feminicídio e espero que o prefeito e os próximos gestores não esqueçam essa data”, Acrescentou ela.
A Juíza Titular da 3ª Vara da Comarca de Pedreiras, Larissa Tupinambá que também esteve presente no seminário, disse que a criação da lei é um marco e lembrou da importância do dia alusivo a esse enfrentamento no caso o seminário, que reuniu pessoas de bem contra todas as formas de violência a mulher. “As mulheres tem hoje uma conscientização de denunciar seus agressores. Isso significa que elas tem confiança nas autoridades, na delegacia da mulher, no judiciário, no ministério público e estão denunciando, porque sabem que o agressor vai sofrer repressão e a prevenção vai ser mais efetiva”, Acrescentou Dr.ª Larissa Tupinambá.
O seminário contou com a participação de outras autoridades entre as quais, Antônio França Prefeito de Pedreiras, Silvana Prazeres Delegada da Mulher, Diego Maciel Delegado Regional de Polícia Civil, Bruno Curvina Presidente da Câmara Municipal e demais autoridades da capital do estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário