1001 Classificados

LH Net - Informações (99) 98146-2853

TRIZIDELA DO VALE: PREFEITO SE PRONUNCIA SOBRE DENÚNCIA DE QUE PACIENTE MORREU POR DESCASO DE HOSPITAL

O Prefeito de Trizidela do Vale, Fred Maia se pronunciou no Programa Tribuna 101 da Rádio FM Cidade nessa sexta-feira, dia 15 de junho, sobre a denúncia de que uma paciente que mora no município morreu por negligência do hospital daquela cidade. Segundo Fred, a paciente fazia hemodiálise em Pedreira e primeiramente internada em Trizidela, estava com infecção de alto grau e a referência para pacientes que fazem hemodiálise é Pedreiras por causa da ASANEFRON, então o médico de plantão disse que a paciente deveria ser levada pra Pedreiras para se providenciar um leito em outra cidade para a paciente ser atendida, porque a paciente só poderia deixar Trizidela mediante regulação. Disse que no município existem três ambulâncias, que uma estava viajando, a outra estava de sob aviso, e a terceira é usada dentro da cidade e zona rural. Então o denunciante chegou ao hospital e a diretora disse que ele deveria fazer uma regulação porque a paciente só poderia deixar aquela unidade de saúde mediante esse procedimento. Então quando a paciente já estava em Pedreiras e se tivesse disponibilizado um leito a tempo para transportá-la para outra cidade isso não teria acontecido. “A paciente estava numa situação que iria morrer dentro da ambulância de Trizidela. Mas de 6h30m da noite quando liberaram o leito, já deixaram a paciente morrer a míngua, porque não havia leito disponível em outra cidade, então não foi por causa da falta de ambulância que levou a paciente a óbito. O que levou a paciente a óbito foi ela passar de 7h da manhã no hospital de Pedreiras até 6h da tarde pra conseguir um leito, ou seja, a paciente esperou 12h para ser transportada”, Disse o prefeito Fred Maia.
Ele ainda acrescentou que libera as ambulâncias de Trizidela para prestarem serviços a outros municípios, quando recebe algum pedido de ajuda, mas de maneira legal, regulada por um hospital orientada por um médico e não acontecer como iria  acontecer nesse caso de Trizidela, querer pegar o paciente e na condução até a unidade de saúde, o paciente morrer dentro da ambulância do município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário